quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Cabos de Fibra Óptica


 
O cabo de fibra óptica é formado por um núcleo extremamente fino de vidro, ou mesmo de um tipo especial de plástico. Uma cobertura de fibra de vidro, bem mais grossa envolve e protege o núcleo. Em seguida temos uma camada de plástico protetor, uma camada de isolamento e finalmente uma capa externa.
                                            

A luz a ser transmitida pelo cabo é gerada por um LED, ou diodo emissor de luz. Chegando ao destino, o sinal luminoso é decodificado em sinais digitais por um segundo circuito chamado de foto-diodo. O conjunto dos dois circuitos é chamado de CODEC, abreviação de codificador/decodificador. Os cabos de fibra óptica são bastante flexíveis e podem ser passados dentro de conduítes, sem problemas. Não é necessário em absoluto que os cabos fiquem em linha reta, e devido às camadas de proteção, os cabos de fibra também apresentam uma boa resistência mecânica.

Vantagens:

Cabo de Fibra Óptica

 Ao contrário dos cabos coaxiais e de par trançado, que nada mais são do que fios de cobre que transportam sinais elétricos, a fibra óptica transmite luz e por isso é totalmente imune a qualquer tipo de interferência eletromagnética. Além disso, como os cabos são feitos de plástico e fibra de vidro (ao invés de metal), são resistentes à corrosão. 



A distância permitida pela fibra também é bem maior: os cabos usados em redes permitem segmentos de até 1 km, enquanto alguns tipos de cabos especiais podem conservar o sinal por até 30 km (distâncias maiores são obtidas usando repetidores). Além disso, os cabos de fibra óptica também permitem taxas de transferências maiores. Como não soltam faíscas, os cabos de fibra óptica são mais seguros em ambientes onde existe perigo de incêndio ou explosões.
E para completar, o sinal transmitido através dos cabos de fibra é mais difícil de interceptar, sendo os cabos mais seguros para transmissões sigilosas.

Desvantagens:

As desvantagens da fibra residem no alto custo tanto dos cabos quanto das placas de rede e instalação que é mais complicada e exige mais material. Por isso, normalmente utiliza-se cabos de par trançado ou coaxiais para fazer a interligação local dos micros e um cabo de fibra óptica para servir como backbone, unindo duas ou mais redes ou mesmo unindo segmentos da mesma rede que estejam distantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário